Linux Mint 21.1 LTS encontra-se finalmente disponível para download

By | 21/12/2022

A nova versão do Linux Mint 21.1 encontra-se agora disponível como versão LTS, garantindo que será a versão estável do sistema durante os próximos tempos.

Apelidada sobre o nome de código “Vera”, esta nova versão encontra-se disponível nas tradicionais imagens baseadas em Cinnamon, MATE e Xfce. Os utilizadores podem descarregar a nova versão a partir do site oficial do projeto, ou caso estejam com as versões Beta, podem atualizar via o sistema de atualização integrado do mesmo.

Como também é habitual, poderá demorar algum tempo até que os utilizadores possam instalar a nova versão LTS em versões anteriores do sistema, para o caso de não fazerem parte do Beta.

Esta nova versão chega com ligeiras alterações na superfície, mas grandes mudanças internas. Para começar, os utilizadores podem agora verificar uma interface mais limpa e moderna, com ícones mais adaptados aos tempos atuais.

Foram ainda feitas melhorias a nível das cores usadas pelo sistema e os ícones das opções principais foram também modificados para se adaptarem ao tema em geral.

As pastas do Computador, Reciclagem e Rede foram removidas do Ambiente de trabalho principal, mas os utilizadores ainda podem aceder às mesmas pelo Explorador de ficheiros, caso necessitem. Obviamente, os atalhos podem também ser manualmente criados para quem pretenda.

Para quem pretenda um aspeto mais “clássico”, o tema Mint-Y-Legacy ainda se encontra disponível, o que coloca a interface do sistema mais parecido com o que se encontra no Linux Mint 20.2.

Foram também feitas mudanças sobre o cursor do sistema, que agora adota o nome de Bibata. Este junta-se na lista de alterações que foram feitas sobre a interface, e o mesmo adapta-se para ser mais adequado a todo o estilo moderno no resto do sistema.

O Gestor de Aplicações do sistema também conta com um novo design, sendo mais moderno e simples de usar, com alterações para ser mais simples de diferenciar as aplicações do sistema e as Flatpaks. Esta é também outra das novidades: aplicações Flatpak são agora inteiramente suportadas.

Os utilizadores interessados podem verificar as versões mais recentes do site do projeto.

(TT)