Estudo aponta que IA generativa vai levar a despedimentos em cinco anos

By | 09/04/2024

A Inteligência Artificial veio para ficar, quer isso seja bom ou mau para alguns. No entanto, para as empresas, parece que o uso destas tecnologias pode vir a trazer mudanças na forma de trabalho.

De acordo com um recente estudo realizado pela empresa Adecco Group, muitas entidades estão a prever diminuir as suas contratações nos próximos cinco anos, devido sobretudo à adoção de novas tecnologias de IA generativa.

Em parte, isso ocorre como uma medida para redução de custos, onde a IA pode substituir os trabalhadores que, de outra forma, teriam de ter custos elevados para a entidade.

O estudo teve como base questões apresentadas a mais de 2000 executivos de grandes empresas a nível mundial, sobre as suas previsões para o futuro. Dentro destes, 41% confirmaram ter expectativa de reduzir os números de trabalhadores, adotando mais IA, durante os próximos cinco anos.

Estudo aponta que IA generativa vai levar a despedimentos em cinco anos

Os resultados deste estudo vão diretamente contra as alegações de algumas das maiores empresas no campo da IA. A Microsoft, como exemplo, afirma que as suas tecnologias de IA podem ajudar os funcionários a realizar tarefas de forma mais eficaz, e não a substituir os mesmos.

No entanto, estas empresas podem ser motivadas a tal pensamento, tendo em conta que são favorecidas diretamente com o uso da IA nos seus serviços. Esta tendência é algo que se tem verificado desde que o ChatGPT começou a tornar-se uma ferramenta de trabalho em larga escala, e onde muitas empresas e trabalhos começaram a ser substituídos por IA.

Alguns estudos anteriores, nomeadamente um da International Labour Organization, também indicam que a IA generativa vai ter impacto negativo a nível de alguns trabalhos, sobretudo em áreas técnicas e de processamento de dados.

(TT)